top of page

Vídeos e Redes Sociais: Feitos um para o Outro

Atualizado: 6 de jan. de 2020

Divulgar sua marca entretendo seu público, conquistando seguidores e gerando engajamento. Esta tem sido sempre a situação mais desejada por empresas e organizações desde que a internet e o surgimento das redes sociais virou no avesso nossa maneira de consumir conteúdo, especialmente o audiovisual.

Segundo dados de consultores de tecnologia, hoje os Vídeos correspondem a 80% de todo o tráfego d internet; o que deixa claro sua importância como principal mídia de comunicação na atualidade.

Com isso em mente, e com dados sobre tempo de retenção de atenção do público, nós embarcamos numa expedição inédita pela Amazônia para registrar o teste de uma nova tecnologia de monitoramento e conservação ambiental no Brasil: Os Ecodrones.

Antes de virar websérie, o projeto Ecodrones foi apresentado ao público pela primeira vez através de uma animação explicativa, em motion, roteirizada com técnicas de storytelling. A ação rendeu 126.000 views no Facebook e 24.000 no Youtube, ajudando a impulsionar o projeto, que conquistou apoiadores e patrocinadores. Rendeu inclusive o primeiro drone do projeto! Fantástico! Clique aqui para assistir.

Depois, quando as pesquisas efetivamente começaram em campo, surgiu a ideia de registrar o processo em vídeo e lançar uma websérie nas redes sociais (Facebook e Youtube) do WWF Brasil e do Instituto de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá, parceiros na primeira empreitada. Clique na imagem abaixo e assista o primeiro episódio.

Além de uma aventura inesquecível para quem, como eu, ama o contato com a natureza e a sustentabilidade; o projeto acabou gerando um resultado sensacional, com excelente relação de custo-benefício.

Só na soma entre Facebook e Youtube o projeto ultrapassou, com seus 5 episódios (curtíssimos) mais de 550.000 visualizações. Já seria motivo de orgulho, mas depois, confirmando a tese de que o bom Conteúdo sempre encontra seus espaços, o material acabou sendo exibido também por 2 programas de TV aberta super conectados com o público amante da natureza: O Repórter Eco, da TV Cultura e o Como Será?, da Rede Globo.

A mídia espontânea fez os números explodirem, e o que era pra ser uma pequena ação promocional acabou sendo assistido por mais de 4.000.000 de pessoas!

Um resultado que só reforça nossa convicção de que redes sociais e vídeos foram feitos um para o outro. Pense nisso quando precisar de uma ação de marketing ampla e eficiente!



6 visualizações0 comentário

Kommentare


bottom of page