top of page

MOTION - O que cineastas geniais tem a ver com seu vídeo corporativo?

Atualizado: 6 de jan. de 2020

Uma das principais tendências de Audiovisual na atualidade, Motion Graphics, também conhecido como Motion Design, Videografismo ou até simplesmente Computação Gráfica, são basicamente técnicas de Animação que buscam dar vida ao design gráfico, fotos, objetos 3D, ilustrações e até efeitos especiais cinematográficos.

Diferente das animações clássicas, feitas quadro a quadro por meio de desenhos, o "motion" normalmente utiliza formas digitais geométricas, textos, ilustrações e ícones, que ganham vida através das marcações em keyframes de programas como o popular After Effects, da Adobe. Mas, você sabe onde começaram os primeiros "motion"?


DAS TELONAS PARA AS TELINHAS

A técnica nasceu no início do cinema e começou realmente a ganhar mais notoriedade e popularidade com as sensacionais sequências de créditos de abertura de filmes de grandes diretores da fase áurea de Hollywood, entre os anos 50 e 60 . Por trás de muitas aberturas memoráveis de filmes estava um GÊNIO DAS ARTES GRÁFICAS E DO STORYTELLING VISUAL, capaz de sintetizar uma estória utilizando alguns minutos (ou segundos) de animação de artes gráficas: SAUL BASS.

"O Design é o pensamento tornado visível" - Saul Bass

O gênio das aberturas de filmes como Um Corpo que Cai e Psicose, de Alfred Hitchcock, O Iluminado, de Stanley Kubrick e Cassino, de Martin Scorcese foi um dos primeiros a explorar o movimento dos grafismos e o poder de síntese que a simples abertura dos créditos de um filme poderia agregar à experiência cinematográfica.

Assista neste link à playlist que criei no Youtube com estas obras primas dos créditos cinematográficos.


GRANDES ABERTURAS DE FILMES



Saul Bass fez escola e mostrou que até as aberturas dos filmes poderiam ser obras primas independentes. Muitos outros grandes diretores que surgiram depois, como David Fincher, Scorcese, Tarantino e Ridley Scott; e também os contemporâneos dele, como Hitchcock e Sergio Leone, também criavam  (alguns ainda criam) sequências de créditos de abertura como ninguém. E neste quesito valem os antigos grafismos 2D , criações em 3D, ou ainda ações filmadas.

É garantido que eles são fãs de Bass, o pai de todos.

Confira a playlist com algumas das melhores aberturas que separei por Diretor.


O que tudo isso pode gerar de aprendizado para o seu próximo vídeo corporativo?

Se sua empresa precisa:

  • Captar rapidamente a atenção do seu público e apresentar seu produto ou marca;

  • Replicar uma apresentação dezenas de vezes;

  • De um material que seja auto-explicativo e que fale com vários públicos diferentes;

  • Que esse material atinja a maior audiência possível, especialmente em Redes Sociais;

  • E que ele não dependa da disponibilidade, tanto de apresentadores como da audiência, para se replicar;

É óbvio que você está PRECISANDO DE UM VÍDEO!

Mas vá tentar fazer um filme, por mais simples que ele seja, e sinta o sufocante peso da Logística atrapalhando o orçamento dos seus planos. Mesmo que você tenha somente um apresentador falando em estúdio para a câmera, vai precisar de uma lista de profissionais e serviços: diretor, produtor, motorista, maquiador, Iluminador, operador de câmera... Claro, vai precisar também locar um estúdio, equipamentos de filmagem, iluminação, captação de áudio, além de precisar alimentar, transportar e s comunicar com toda essa gente. Por isso, aceite, filmar BEM sai caro.

Então, caso seu vídeo tenha objetivos como explicar seu produto, marca ou serviço num ambiente B2B ou em Redes Sociais, você precisa calcular bem o custo-benefício.

Esqueça essa ideia de ter que filmar sua fábrica ou escritório! Isso não "vende" nada e só tem validade em casos específicos, representando hoje uma narrativa velha e desinteressante.

Hoje, animações são uma opção excelente e muito mais barata para contar estórias ou transmitir idéias. Opte pelo Conteúdo em “motion” e seja feliz.

Confira aqui nossas animações em Motion. E não se esqueça de se inscrever em nosso canal do Youtube!


10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page