top of page

As melhores séries protagonizadas por MULHERES

Atualizado: 6 de jan. de 2020

O movimento é geral, e as mulheres ganham cada vez mais espaço em todos os setores. E como todo mundo adora uma boa lista, fizemos uma com algumas das melhores séries disponíveis no streaming protagonizadas por mulheres. Acesse o post, clique nas séries de sua escolha e boa diversão!








Num futuro próximo e distópico, Gilead tem um regime dominado por radicais religiosos que trata mulheres como propriedade. Offred é uma das poucas mulheres férteis e serva do Comandante, buscando sobreviver e encontrar a filha que foi tirada dela. Uma das séries mais premiadas dos últimos tempos, The Handmaid´s Tale é um poderoso libelo contra o obscurantismo. Baseada num best seller, não poderia haver período mais propício que este para ser lançada.








Uma detetive (Gillian Anderson, a Dana Scully de Arquivo X) luta contra seus demônios pessoais enquanto tenta capturar um serial killer escondido sob a fachada de homem de família. Segundo um infográfico da Netflix de 2016, este frenético suspense, produzido pela BBC irlandesa, já considerada a série mais viciante exibida na rede.








Alicia (Julianna Margulies) passa por uma humilhação pública quando seu marido, o procurador Peter Florrick (Chris Noth), é envolvido em um escândalo sexual e político. Após a prisão de Peter, ela precisa deixar a sua vida de dona de casa para sustentar os seus filhos e consegue uma vaga na firma de advocacia de Will Gardner (Josh Charles), um antigo colega da universidade, mas logo irá enfrentar a competição com jovens advogados, como o ambicioso Cary Agos (Matt Czuchry). The Good Wife talvez seja, à exceção de House of Cards, o mais realista e envolvente retrato do cenário político norte americano. Uma série injustiçada e imperdível.








Esta série dramática segue por décadas a política, rivalidades e relacionamentos da rainha Elizabeth II, e os eventos que fizeram a história do Reino Unido e da família real mais conhecida do mundo. Uma das visões mais apuradas da realeza britânica, a série ainda conta com uma espetacular interpretação de Jonh Litgow como Winston Churchill. Uma curiosidade ilustrativa: a intérprete da Rainha Elizabeth (vencedora do Globo de Ouro por sua performance) recebeu um pagamento menor que Matt Smith (intérprete do príncipe, coadjuvante) - que tinha uma nome mais famoso na época. Desde então, uma petição online (com mais de 26.000 assinaturas) demanda que o ator doe seu salário ao movimento Time's Up. A produtora botou panos quentes e assumiu a responsabilidade, explicando que os atores não sabiam das diferenças salariais.








Um bem sucedido "spin off" derivado de The Good Wife". Um golpe econômico joga o nome de uma jovem advogada na lama e acaba com as economias de Diane Lockhart, sua mentora. Depois de serem mandadas para o olho da rua, as duas entram para uma das firmas mais promissoras de Chicago, onde irão trabalhar ao lado de Lucas Quinn.

Além de manter o foco nas mulheres, The Good Fight mantém a qualidade do original abordando fortemente também as questões relacionadas às minorias nos Estados Unidos.
















Em Manhattan, 1958, acompanhamos a vida de Mirial "Midge" Maisel, uma mulher que possui a vida que sempre quis: um marido perfeito, dois filhos e um ótimo apartamento no Upper West Side. Contudo, ela vê sua vida sofrer uma reviravolta quando descobre que tem um talento curioso para a comédia e troca a vida que levava pelo universo das apresentações stand-up.

Uma das comédias mais bem escritas e interpretada da atualidade, conta com um elenco impecável e um ritmo humorístico espetacular. Não perca!








Gypsy é uma série de suspense psicológico estrelada por Naomi Watts, que interpreta Jean Holloway, uma psicóloga que, de modo secreto, se infiltra na vida pessoal de seus pacientes. Apesar da extraordinária performance de Naomi Watts e do enredo envolvente, sexy e misterioso, Gipsy não foi renovada para mais temporadas da Netflix. Mesmo assim vale a maratona.












Baseada em uma adorada série dos anos 80, GLOW conta a história fictícia de Ruth Wilder (Alison Brie). Ruth é uma atriz desempregada, que encontra sua última chance de virar estrela ao entrar de cabeça no mundo do glitter e dos colãs da luta livre de mulheres. Apesar de parecer bizarro à primeira vista, a série fez bastante sucesso nos EUA e conta com um elenco competente. Vale conferir.











Grace (Jane Fonda) e Frankie (Lily Tomlin) estão encarando a temida 3ª idade, mas não da forma que imaginavam. Quando os seus respectivos maridos revelam que estão apaixonados um pelo outro, e planejam se casar, a vida delas é virada de cabeça para baixo. Uma série divertidíssima, Grace and Frankie conta com a marca registrada de suas grandes estrelas: humor, progressismo e crítica social. Destaque óbvio para as grandes atrizes e também para os intérpretes dos seus respectivos maridos, Martin Sheen e Sam Waterston.













Os médicos do Grey Sloan Memorial Hospital lidam diariamente com casos e consequências de vida ou morte. É um no outro que eles encontram apoio, conforto, amizade e, às vezes, até mais que amizade...Série de Drama Médico, das mais longevas da televisão, que já está em sua 16a temporada. Esta série dispensa apresentações, mas se precisar escolher entre as tantos episódios fique com as excelentes 5 primeiras temporadas.


E, como bônus, fica a dica de um excelente documentário.











Neste DOCUMENTÁRIO, um álbum de fotos da década de 1970 captura o despertar de mulheres deixando para trás restrições culturais impostas sobre elas desde sua infância e abraçando a si mesmas por inteiro. A diretora Johanna Demetrakas revisita essas fotos e as histórias de vida das mulheres retratadas nelas, refletindo sobre as mudanças culturais que aconteceram desde então e a ainda presente necessidade de mudança.


Até a próxima!



26 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page